Wall Street e Tristan Tzara


Uma homenagem do poeta dadaísta (in memorian) a Wall Street:

LAMENTO                                                       

Muro em ruínas
Eu me perguntei
Hoje por quê
Não se enforcou

Lia, a ruiva Lia,
De noite com uma corda…
Poderia ter-se balançado
Como pêra madura

E ladrariam
Os cães na rua
Chegaria muita gente
Para vê-la

Gritariam
“Cuidado para que não caia”
Eu trancaria
O cadeado da porta

Levaria uma escada
Para baixá-la
Como pêra madura
Como moça morta
E a conduziria até uma bela cama.

Tristan Tzara (1896-1963)

Wall Street During the Panic of 1884
Schell & Logan. Engraving: Harper’s Weekly; May 24, 884.

Anúncios
1 comentário
  1. Liu Sai Yam disse:

    Pronto, agora tem um comentário!
    Desenho legal, parece uma cena do Poderoso Chefão 2.
    Bota o crédito do desenhista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: