Glauco para enxergar melhor


Pedro José Ferreira da Silva, o Glauco Mattoso, como ele mesmo fala em seu site oficial: é poeta, ficcionista, ensaísta e articulista em diversas mídias. Cursou biblioteconomia na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo ( aos trancos e barrancos me formei lá) e letras vernáculas na USP.

Glauco fez quadrinhos bacanas, escreveu livros sobre tribos de desgarrados (skinheads, hooligans), versou rock’ n roll, poemas fesceninos,  proseou sobre temas incômodos (trotes, violência consentida, não consentida, podolatria), traduziu Borges, falou poemas na TV, sacou letras de música, publicou dicionário de palavrões, colaborou em revistas eletrônicas, impressas, bulinou pés.

Saiba mais sobre Glauco Mattoso: http://glaucomattoso.sites.uol.com.br/quem.htm … ele não tem medo de errar e acerta pra caramba. Glauco hoje não enxerga, mas tem cego que ainda nao viu/leu Glauco.

SPIK (sic) TUPINIK [1977]

(para Paulo Veríssimo)

Rebel without a cause, vômito do mito
da nova nova nova nova geração,
cuspo no prato e janto junto com palmito
o baioque (o forrock, o rockixe), o rockão.
Receito a seita de quem samba e roquenrola:
Babo, Bob, pop, pipoca, cornflake;
take a cocktail de coco com cocacola,
de whisky e estricnina make a milkshake.
Tem híbridos morfemas a língua que falo,
meio nega-bacana, chiquita-maluca;
no rolo embananado me embolo, me embalo,
soluço – hic – e desligo – clic – a cuca.

Sou luxo, chulo e chic, caçula e cacique.
I am a tupinik, eu falo em tupinik.

glauco

Anúncios
7 comentários
  1. Thomas disse:

    Ricardo,

    Belíssimo resgate.Glauco certamente continua enxergando muito mais e além daqueles q tem olhos sadios,mas não a VISÃO.

    Abçs,
    Thomas

  2. Chris disse:

    This is one of my favourite poems of the Glauco!
    Long life to the king of the chieftains!!

    We’re tupinik!!

  3. Tadeu disse:

    Saudade do meu amigo, estou finalizando A Náusea de Jean-Paul Sartre.

    • Ricardo Queiroz Pinheiro disse:

      Grande Tadeu,

      em março faremos um agito com literatura na Monteiro Lobado, vc esta intimado a participar, em breve, detalhes.

  4. luzete disse:

    Ricardo, só prá dar um alô.
    Pois é, eu até lia o Glauco na Caros Amigos.
    Deixei de comprar a revista porque havia um pessimismo tamanho que me deixava triste.
    Era muito pessimismo da razão e pouco otimismo da vontade, lembrando Gramci.
    abraço. luzete

  5. Carmem disse:

    Olha eu aqui, seguido seu blog. Muito bom esse post sobre o Glauco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: