Saindo de casa para votar


Este é um período que realmente gosto, por mais que as pessoas desprezem a política e a vulgarizem como algo menor e longe de suas forças e campo de responsabilidades, considero a possibilidade de votar, fundamental.  Claro que a intensidade e paixão com o qual votei em 1989, hoje esta mais calma e um tanto desconfiada. Mas a importância que reservo a este dia nao mudou. Independente das coisas que defendi nesses dias campanha pelo twitter, facebook, email, nas conversas de boteco, espero ter contribuído em algo para meus interlocutores. Votar é direito, nao deveria ser obrigação, e qualquer voto é melhor do que o calar e a escuridão dos períodos autoritários. Como diria o velho Bandeira, meus amigos, meus inimigos aí vou eu, como de costume com uma canção na cabeça, porque a música sempre será o maior alimento que colhi nessa terra…

Above the sound of ideologies,
Above the sound of ideologies,
Above the sound of ideologies clashing

Anúncios
2 comentários
  1. luzete disse:

    foi votar e…
    ô ricardo, tô ainda desolada…
    ainda que não estivesse tão convencida, esta sensação de estar ganhando o jogo e ter que ir prá prorrogação não é das mais confortáveis. mas à luta, né?

  2. Opaaa…
    1 Lemon-Abração aê sangue-bão !!!
    Comékicêtá ???
    Té +…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: