“2000 Light Years From Home” (em três tempos)


Os Stones procuravam os Beatles. Isso é tão datado. Os álbuns estão aí, expostos, geniais ou menos…O psicodelismo era um caminho para longe de casa. Os Stones foram “bad boys” e os Beatles foram “good o que?”. Deixaram registros (do blues, do rock and roll e do que viesse) e os anos 60 todo deixaram lições, máximas, sequelas, canções. Muitos delas pra deixar-nos bem longe de casa.  Então o que era para ser o negativo dos Beatles nunca foi.

British invasion.

Eles estão por aqui ainda e ro…ah, não vou usar que eles ainda rolam, não vou me trair nos velhos clichês. Como escrever sobre Rolling Stones e lembrar dos ecos presentes dos Beatles em sua música sem falar o óbvio? Parece que este contraste foi para facilitar a vida de quem olha(va) de longe. É só rock mesmo…

Vale a vida ir para bem longe de casa e entender o tapete modular que o hoje ausente Brian Jones criou com o melotron. Foi lado b de compacto simples. Canção para marcar a presença longe de casa. Do álbum Their Majestic Satanic Request,  cujo as línguas previsíveis glosam ser um clone do Sargeant Peppers…folclore da música de massa…

Segue a canção, que é o que realmente importa, três tempos, três maneiras, três caminhos para longe de casa…e que sempre deixa seguidores…

2000 Light Years From Home

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: