“Waterloo Sunset”


Muitos personagens da música já exortaram Waterloo Sunset dos Kinks como grande canção. Pete Towshend, Steve Marriot, David Bowie…ela é tida como uma pérola, uma canção única do rock and roll.  É bem provável que até a rainha tenha pensado nela ao olhar o Tâmisa em qualquer fim de tarde.

Ray Davies forneceu várias pistas falsas sobre o significado da letra. O que ele tem marcado é a convicção de ter feito uma grande canção. Deve levar consigo o verdadeiro sentido. Inventemos os nossos.

Vou falar de “Waterloo Sunset” como uma das canções que me acompanham, e nos momentos mais distintos, surge a melodia e seus últimos versos como trilha de fundo para dar graça a dias tristes, memoráveis, alegres e dias quaisquer. Muitas vezes estas referências me surpreendem, mudam os rumos…

E Terry continua encontrando Julie…

Millions of people swarming like flies ‘round Waterloo underground
But Terry and Julie cross over the river
Where they feel safe and sound
And they don’t need no friends
As long as they gaze on Waterloo sunset
They are in paradise

Waterloo sunset’s fine

Em três tempos para jamais esquecer.

Anúncios
1 comentário
  1. Embora ‘Waterloo Sunset‘ não tenha para mim o mesmo significado que parece ter pra você (coisas do calendário, por certo), seu texto – sensível texto – recria a atmosfera daqueles maravilhosos tempos que a inspiraram. O impulso pra ouvi-la foi quase natural. Parabéns!

    cid cancer – mogi das cruzes/sp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: