Jacob Gorender 1923-2013


Algumas mortes traduzem os sintomas de um tempo. Vacilei em escrever sobre, o cessar de Jacob Gorender é muito grande para caber em mensagens breves. Arrisco.

Militante político, pesquisador e historiador autodidata, ele marcou a vida por provocações, sim, por provocações no sentido de que tudo que ele escolheu não estava pronto nem evidente frente aos seus olhos, foi construído, quase sempre no contrapelo, uma vida provocada, de nítidas escolhas.

Gorender é a afirmação da política numa era de negação da política, e é esse o inequívoco sintoma – a morte. Não tem essa de lacuna, nem de substituição impossível, afirmar isso seria negar o que homens como ele perseguem e afirmam a vida toda. Boa viagem, camarada, o infinito não cessa, mas se não for reafirmado na materialidade fica sendo apenas o infinito.

e1a9df22d41911e2b9ed22000a1f8cd8_7

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: