“Viva a Vaia?”


“Viva a Vaia” é um poema que Augusto de Campos fez em desagravo ao comportamento agressivo da platéia contra Caetano Veloso quando o baiano defendia a canção “Proibido Proibir” no 3o Festival Internacional da Canção em 1968.

O motivo da indignação da conservadora (e esquerdista) platéia foi o fato de Caetano ter convidado os Mutantes com guitarras para acompanhá-lo, assim ferindo a pureza da música brasileira com estrangerismos.

Augusto de Campos usou recursos vérbicos visuais para saudar a tal vaia. Desagravou Caetano exaltando a vaia que ele levou.

Como vimos uma vaia enviesada pode constatar e apontar um caminho sem volta.

Parte da platéia vaiou a Presidenta Dilma ontem no Itaquerão, vaiou e virou as costas para o Hino Nacional. Exerceu, álias, seu direito de reclamar e mostrar indignação. Como é muito melhor não proibir, é muito provável que eles expressem nas urnas esta indignação.

Mas quantos são, o que representam, onde querem chegar esses indignados?

Que eu saiba as guitarras marcaram e marcam muita presença na música brasileira. Para silenciar uma guitarra é necessário muito mais do que tentar tirar o plug da tomada.

É preciso saber onde vai dar a vaia.

20140613-080111.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: