“Fim da geral”


O futebol está em processo de gentrificação? Já foi gentrificado há bastante tempo.   
A maior prova da expulsão dos pobres das arquibancadas são os passeios de câmeras permeados por elogios aos “torcedores família” característica impar das transmissões botox da Globo. 

Futebol virou lazer da classe média que se sente protegida nos estádios pomposos ou no botãozinho pay per view, com seus ídolos robóticos e integrados. Longe dos conflitos de classe, na mais perfeita lógica de condomínio fechado.

A reforma dos estádios foi a pá de cal no ex esporte popular, a pedra fundamental foi a demonização das uniformizadas nos anos 90. O que restou foi um pálido suspiro de algo que um dia foi do povo – o grito e as faixas da Gaviões nesse final de semana, talvez seja uma espécie de canto do cisne – predomina o apartheid, não há mais espaço pra geral.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: