“Sinhozinho de higienópolis”


FHC mudou as regras eleitorais a fórceps e comprou sua reeleição, operou um brutal processo de privatização para o país, nos colocou numa posição subalterna no cenário internacional, enfraqueceu ministérios e instituições, foi generoso com alguns grupos de ensino privado, criou o bolsa banqueiro (PROER), etc.
Será que ele precisa de mais algo para “manchar” a sua imagem?? É muita reverência e subserviência.

Fiquei surpreso com algumas defesas do ex presidente que tenho lido/ouvido a partir do affair Miriam Dutra na última semana, que aliás já foi revelado há quinze anos, o que traz de novidade nesse momento são as suas implicações públicas, não as privadas.

O cômputo final da história está colocando a jornalista como a megera do ocidente e FHC como vítima. O sinhozinho de higienópolis é um mito. 

O coronelismo, o patriarcalismo e a síndrome de casa grande e senzala estão de fato enraigados no sentimento mais profundo dos brasileiros , e pelo que tenho lido nos últimos dias, não poupa nem supostas consciências progressistas.

  

Anúncios
1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: