“O desmonte da educação”


O artigo obscurantista (“A sociedade orfã”) que o Secretário de Educação do Estado de São Paulo, José Renato Nalini, publicou há dois dias no site oficial da instituição, tem endereço certo e suas premissas já estão sendo colocadas em prática. Ele trata de forma central da privatização do ensino público, a forma grotesca é espírito e temperamento.

Para desqualificar o direito à educação como um direito básico e responsabilidade prioritária do Estado, o secretário alckimista resmunga uma teoria rudimentar desqualificando pobres que esperam pelas “benesses” do Estado sem fazer por merecer.
Ele retira a Educação das obrigações básicas do Estado e destaca apenas a Justiça e a Segurança como tal. Sintomático.

A propalada reorganização que consiste no desmonte da rede escolar pública, a política salarial imposta, a desvalorização progressiva do professor, as arbitrárias modificações na grade curricular, o desvio crimininoso dos recursos para merenda, são ítens indissociáveis da sanha privatizadora que está em curso e tende a radicalizar nos próximos anos.

escola_fechada_1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: