“Igreja/Estado


Em 1934 setores da igreja católica pressionavam o Presidente Getúlio Vargas que iria substituir o então Ministro da Educação Francisco Campos. Um dos interlocutores do presidente era o intelectual Alceu de Amoroso Lima que indicou o advogado mineiro Gustavo Capanema.
Capanema trouxe consigo, como chefe de gabinete, o poeta Carlos Drummond de Andrade e com ele outros intelectuais como Rodrigo de Mello Franco, Mario de Andrade, Afonso Arinos de Mello Franco, Heitor Villa Lobos, Lucio Costa, Candido Portinari.
Foi um momento de excelência na institucionalização e na construção das políticas públicas de cultura e educação.
Em 2016, o vice presidente golpista, Michel Temer, negocia com o deputado pastor Silas Malafaia, um nome para o ministério da educação. Passados 82 anos retrocedemos dois séculos na relação igreja/estado e estado/intelectuais. Além de ilegítimo essa farsa chamada governo temer tende a ser obscurantista e retrógado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: